Declaração do Estado de Emergência exclusivo desta cidade, foi prorrogado

No dia 13 de agosto, o padrão de índice exclusivo desta cidade, que determina o Estado de Emergência na prevenção da infecção, ultrapassou  a média semanal de「5.0」 pessoas infectadas e percentual da rota de infecção desconhecida foi acima de 「50%」, por isso emiti pela 3a.vez, a Declaração do Estado de Emergência (Dia 14 de agosto a 31 de agosto).
Devido a colaboração dos senhores, no final de agosto, o padrão de índice exclusivo desta cidade, que determina o Estado de Emergência na prevenção da infecção esteve abaixo da média, porém considerando a atual situação, a Declaração do Estado de Emergência será prorrogado até o dia 12 de setembro.
No entanto, desde o início de setembro, os casos de pessoas infectadas aumentaram e no dia 8 de setembro, a média semanal de pessoas infectadas foi de 「5.1」pessoas, e o percentual da rota de infecção desconhecida foi de 「50.0%」,e ainda o aumento contínuo de pessoas infectadas na jurisdição de Tatebayashi, cidade de Ota,etc., evidencia que a situação da infecção ainda não está controlada, portanto o Estado de Emergência exclusivo desta cidade, será prorrogado até o dia 30 de setembro.

Nesta província e principalmente nas cidades vizinhas, a taxa de pessoas infectadas relativa ao numero populacional a cada 100 mil habitantes desta provincia, está alta. Por isso, pedimos mais uma vez  aos senhores moradores que continuem tomando medidas rigorosas contra a infecção, e principalmente nos feriados prolongados, evitar fazer refeição com grande número de pessoas, evitando sair de casa caso não tenha necessidade ou não seja urgente, etc.  Apesar da cidade oferecer auxílio com distribuição de alimentos para os pacientes em tratamento médico domiciliar,etc, o importante é evitar ao máximo ser infectado e não infectar outras pessoas. Portanto pedimos que reorganizem os hábitos pessoais, tomando medidas ainda mais rigorosas contra a infecção. E ainda, mesmo que tenha tomado a vacina preventiva, pedimos que não descuidem e continue tomando os devidos cuidados para evitar a infecção

E ainda, reforçamos mais um vez de que somos contra qualquer atitude de discriminação, desrespeito ou maltrato relacionado a infecção do Novo Coronavirus, pelo qual também pedimos a colaboração de todos os senhores residentes.

                                                                         Prefeito de Oizumi  Toshiaki Murayama

Tabela comparativa:Proporção de novos casos de pessoas infectadas em relação ao numero de habitantes (29 de agosto)

Localização Novos casos de infecção em relação ao número de habitantes
Oizumi 1 caso a cada 70 pessoas
Provincia de Gunma 1 caso a cada 170 pessoas

Ítens de colaboração de acordo a aplicação de medidas de Estado de Emergência

Período

Dia 14 de agosto (sábado) a 30 de setembro (quinta) de 2021

Medidas conforme a Declaração do Estado de Emergência (medidas iguais da província de Gunma)
          Proceda com as mesmas medidas adotadas até agora, somente sejam mais rigorosos.

  • Evite ao máximo sair de casa, caso não seja necessário ou não seja urgente. Dimunua pela metade ou mais, as vezes de sair de casa, fazendo compras acumuladas de produtos de uso diário como alimentos, medicamentos, etc. Apesar de não incluirem nestas restrições, as saídas para manter a saúde como  caminhadas e exercícios físicos, etc. procure diminuir também estes casos.
  • Principalmente, evite sair após as 20 horas
  • Evite saídas desnecessárias ou que não seja urgente , para outras províncias, principalmente aos locais onde estão em medidas preventivas do Estado de Emergência.
  • Independente às medidas restritivas, evite ir a estabelecimentos que servem bebidas alcoólicas ou utilizam aparelho de karaokê.
  • Evite tomar bebida alcoólica em grupo, nos parques ou calçada das ruas.
  • Pedimos as pais  e responsáveis,  para agir pela segurança de seus filhos.
  • Pedimos para que tomem a vacina. Mesmo tomando a vacina, há casos de pessoas serem infectadas, portanto pedimos que continuem tomando medidas rigorosas contra a infecção,mesmo após ser vacinado.